sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Tag Literária: Palavras cruzadas!


 Oi, gente! Faz tempo que não respondo uma tag, e ainda assim nunca respondi aqui no blog uma tag literária. Quem já leu a página "SOBRE MIM", aqui em cima no cabeçalho, já viu que eu tive um blog literário há um tempo, e nele eu respondia várias tags, porém essa é novidade para mim.
   Costumo procurar algumas tags divertidas e para isso fico horas procurando um blog legal que tenha tags que eu realmente goste de responder. E foi o que aconteceu quando vi o Livros e Fuxicos, o blog da Pah Aleksandra, que eu inclusive sigo e adoro! Então vamos começar!




1) Vox Populi: Um livro para recomendar a todos.

   Um livro que me surpreendeu na leitura e que eu nunca tinha lido nenhum livro da autora, foi Só o amor consegue, da Zíbia Gasparetto. Ela é um ícone da escrita espírita, e o livro é todo psicografado. Tem uma ótima lição, para quem crê ou não em espíritos.

2) Maldito plágio: Um livro que gostaríamos de ter escrito.

   Sem dúvidas eu gostaria de ter tido a ideia de criar Harry Potter e a Pedra Filosofal antes da ilustre J.K. Rowling! Acho que esse é o principal porque depois do primeiro livro as ideias para os outros fluíram livremente. O universo de HP é incrível e eu não sei como uma mente consegue ser tão criativa quando a da Jo!

3) Não vale cortar árvores por causa disso: Um livro que te desagradou.

   Me julguem o quanto quiserem, esse livro na minha concepção foi um desperdício de imaginação, criatividade e folhas. Cansativo, leitura chata, não sei explicar para vocês, mas A Cabana não foi um dos melhores livros que li.

4) Não és tu, sou eu: Um livro bom lido na hora errada.

   Perdoem-me, mas acho que realmente li esse livro na hora errada. Fui um pouco "forçada" a lê-lo para fazer uma prova da escola, eu tinha uns 12 anos. Não entendi nada, para mim O Pequeno Príncipe não tem sentido nenhum e nem é aquele livro bom demais que todos falam.

5) Eu tentei...: Um livro que você tentou ler mas não conseguiu.

   Péssima, muito péssima ideia tentar pelo menos chegar a página 100 desse livro. Peguei O vendedor de sonhos na biblioteca algumas vezes, mas a leitura não me atraiu. 

6) Hã?: Um livro que lemos e não entendemos nada ou um que teve o final surpreendente.

   Além de O Pequeno Príncipe, De repente Ana foi um pouco confuso para mim. Eu entendi a história em si, mas ficou faltando alguma coisa. Não sei se foi a escrita de Marina ou o meu entendimento mesmo, mas foi um pouco confuso e faltaram alguns fatos a serem esclarecidos.

7) Foi tão bom, não foi?: Um livro que devoramos.

   Mais ainda que A Seleção e A Elite, eu li A escolha em tipo, uma tarde. Eu comprei o livro uns três meses depois de terminar o segundo da trilogia, então eu estava louca para saber o que ia acontecer com os sentimentos de America. Foi impressionante, sou apaixonada por ele!

8) Entre livros e tachos: Um personagem que gostaríamos que cozinhasse para nós.

   Reconhecem essa carinha? Isso mesmo, a Sra. Weasley! Sempre que leio os livros fico babando pelas comidas descritas, e gente, quem não ia querer o café da manhã que ela faz para o Harry? Fala sério, cadê meu trem para A toca?

9) Fast Forward: Um livro que poderia ter menos páginas e não ia perder-se nada.

   Você conhece A menina que semeava? Com certeza poderia ter muito menos chatice de criança e mais explicação sobre o que realmente importa. É só o que tenho para dizer.

10) Às cegas: Um livro que você escolheria só por causa do título.

    A capa é uma pérola, vamos combinar, mas o título de A Joia faria qualquer um se apaixonar antes mesmo de ver a história encantadora que existe por trás destas páginas. Sem dúvida esse seria um dos poucos livros que eu escolheria pelo título.

11) O que conta é o interior: Um livro bom com a capa feia.

   Explique-me Deus o que fizeram com essa capa?!?!?! Gente, por favor mais capas antigas e menos dessa aí, a pior coisa que existe é um livro com a cara do ator que representou o personagem na capa. Sem dúvida A menina que roubava livros edição nova ganhou o título de pior capa da história.

12) Rir é o melhor remédio: Um livro que te fez rir.

   Há pouco li Terra Papagalli para a aula de Literatura, e foi uma leitura que me fez rir muito. Não me recordo de nenhum outro livro que eu tenha rido tanto como eu ri nesse.

13) Tragam-me os Kleenex: Um livro que te fez chorar.

   Tragam todo o tipo de lenço, por favor! Vinte Garotos no Verão é para refletir x10 e chorar x10000000000. Gente do céu, eu chorava de cinco em cinco páginas, mas foi um choro ótimo. É um dos melhores livros que já li.

14) Este livro tem um V de volta: Um livro que você não emprestaria jamais.

   Vamos combinar, apesar de não ser um livro de "história" propriamente dito, quem emprestaria Harry Potter - A magia do cinema? NUNCA NEVER JAMAIS!!! É o maior xodó da minha estante, o meu bebê de todos os tempos, e nunca, nunca, nunca eu emprestaria ele.

15) Espera aí que eu já te atendo: Um livro que estamos sempre adiando.

   Tenho esse livro há muuuuuuuuito tempo e eu sempre adio. Minha vida fora de série tem ótimas indicações e eu tenho uma p*ta vontade de ler, mas não sei por que sempre acabo adiando.


   Então gente esse é o fim da tag, espero que tenham gostado, eu adorei respondê-la pra vocês! Você também concorda comigo em alguma coisa? Conte-me nos comentários!                     Um beijooooo.


















Nenhum comentário:

Postar um comentário