sábado, 5 de dezembro de 2015

Resenha: A escola do bem e do mal

   Olá, galera. Fazia algum tempo que eu não trazia resenhas, mas tenho muitos livros acumulados "esperando" para serem analisados aqui, então vamos lá!
   Vi esse livro há muito tempo nos lançamentos da Gutenberg no Skoob. Fiquei interessada, porque meu gosto é eclético e me agrado até por ficção MUITO fora do real, como em A Escola do Bem e do Mal. Por enquanto há dois livros publicados, mas tudo indica que haverá um terceiro.


EDITORA: Gutenberg
ESCRITOR: Soman Chainani
LANÇAMENTO: 2014

SINOPSE: No povoado de Gavaldon, a cada quatro anos, na décima primeira noite do décimo primeiro mês, dois adolescentes somem misteriosamente, há mais de dois séculos. Na temida ocasião, os pais trancam e protegem seus filhos, apavorados com o possível sequestro, que acontece segundo uma antiga lenda: os jovens desaparecidos são levados para a Escola do Bem e do Mal, onde estudam para se tornar os heróis e vilões das histórias.
  A linda e meiga Sophie torce para ser uma das escolhidas e admitida na Escola do Bem. Com seu vestido cor-de-rosa, sapatos de cristal e devoção à boas ações, ela sonha em se tornar uma princesa. Sua melhor amiga, Agatha, porém, não se conforma: como uma cidade inteira pode acreditar em tanta baboseira? Com suas roupas pretas desengonçadas, seu pesado coturno e um mau-humor permanente, ela é o oposto da amiga que, mesmo assim, é a única que a entende. O destino, no entanto, prega uma peça nas duas, que iniciam uma aventura que dará pistas sobre quem elas realmente são.

   É realmente uma sinopse encantadora. Logo que terminei de lê-la pela primeira vez, fiquei com muita vontade de ler esse livro. Vamos à alguns pontos importantes: A história é muito bem construída, levando em conta a imaginação de Soman Chainani em criar todo esse mundo surreal, com descrição de minuciosos detalhes para a inserção do leitor dentro da obra, o conceito de "bem" e "mal" recíproco, o que nos leva a fazer uma reflexão sobre as nossas ações e a sucessão de acontecimentos linear, que fecha com um desfecho MA RA VI LHO SO.


   Porém, nesse mundo perfeito de ideias, eu descreveria a escrita de Soman como um pouco cansativa. Isso pode se dever ao fato de que há muitos detalhes para serem assimilados, como o acontecimento em tal cena, quem estava presente, se era do bem ou do mal, e afins. Outro ponto que me fez demorar um pouco parar ler foi o número infinito de personagens. Céus, como iria gravar tantos nomes e ainda associá-los a tal escola? A leitura em si não foi chata, mas sim cansativa.
   Logo nas primeiras páginas havia um mapa (como eu descobri recentemente em uma resenha, tem também em A Rainha Vermelha), para que o leitor se situasse entre as escolas e os arredores, porque além de muitos personagens são muitos lugares, cada um vive em uma torre diferente, a quantidade de nomes é inacreditável.


   Acho legal fazer uma análise também da capa: concordem comigo, que é uma capa absurdamente linda e que dá vontade de devorá-la. Apesar da história ser de conto de fadas, quem não cresceu lendo as histórias da Chapeuzinho Vermelho ou Cinderela? A Escola do Bem e do Mal seria como uma teoria, as provas e dificuldades que passaram todas as princesas - e também os vilões, porque o que seria da Branca de Neve sem a rainha para atormentá-la? - para estarem nesses livros e serem lembrados através de gerações. Toda a história é meio que resumida nessa capa, os dois castelos, a beleza e inocência de um, a raiva e a maldade de outro, e um brasão de dar inveja, com toda a certeza!


   Esse foi realmente um livro que me surpreendeu MUITO, pelo enredo bem construído, apesar dos poucos pontos fracos que citei acima. Estou na expectativa para o próximo livro, ansiosa para saber o que vai acontecer, e assim que eu ler posto resenha por aqui! Quem já leu comenta aqui o que achou ;) Um beijoooo!



10 comentários:

  1. Gostei imenso da Resenha, este livro é mesmo dentro do meu estilo. Adoro livros de fantasia <3
    Vou a procura dele aqui em Portugal *-*
    Tomará que tenhamos também!!!
    segui o blog <3 e adorei a imagem dele, esta lindo!
    *hugs da Naipes*
    http://ladynaipes.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho tão fofo quando você escreve, fico imaginando seu sotaque kkkkk Obrigado pelo comentário e por seguir ;)

      Excluir
  2. Que legal, adoro esses livros de mistério ! Fiquei curiosa pra ler haha '.
    Parabéns pela resenha !
    Beijos,
    #fiquerosa

    Fique Rosa | Meu Canal YT

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apesar da leitura um pouco cansativa acho que vale a pena ser lido sim, gostei do nome vou ver seus vídeo shuahua ;)

      Excluir
  3. Oi Vitória!
    Minha amiga já tinha me indicado esse livro, mas não o li.
    Fiquei empolgada com sua resenha.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depende do seu gosto para leitura Ale, pra quem gosta de uma boa fantasia talvez... ;)

      Excluir
  4. Olá,
    Li esse livro e adorei, só não curti muito o final por ter achado muito corrido, mas a história é incrível, interessante e, definitivamente, cheia de lições. Muito boa!
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Inês, o final é corrido mesmo, esqueci de citar esse ponto.

      Excluir
  5. Bem legal o ponto de vista do livro, mas odeio livros cansativos, já tenho graves problemas em gravar nomes
    blogueirasara.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então acho que esse não é o seu livro Sara huhauha pelo menos no meu ponto de vista foi cansativo

      Excluir